Obituário

Prezado internauta

Esta é a versão antiga e desatualizada do Sentando a Pua. Se você chegou até aqui é porque está com o link dos favoritos desatualizado ou então o buscador está desatualizado. Para ver a nova versão do site, clique aqui, ou simplesmente digite www.sentandoapua.com.br

Aproveite para atualizar a lista de seus Favoritos.

Universidade Federal de Santa Maria e os 70 anos do “Batismo de Fogo” da FEB na 2ª Guerra Mundial

Avaliação: 3.39 (38 Votos)

ufsm06a-281 Na manhã de sexta feira, dia 26 de setembro, a Universidade Federal de Santa Maria viveu um dia sublime. No largo do Planetário da UFSM, recepcionados pelo Magnífico Reitor, Prof. Dr. Paulo Afonso Burmann, os Comandantes: da 3ª. Divisão de Exército, General de Divisão Geraldo Antonio MIOTTO, da 6ª. Brigada de Infantaria Blindada General de Brigada Mauro SINOTT Lopes, da Base Aérea de Santa Maria, Tenente Coronel André Luiz TOPINI (Subcomandante), e o Comandante do 4º. Comando Regional dos Bombeiros de Santa Maria, Tenente Coronel Luís Marcelo Gonçalves Maya, e demais autoridades civis e militares vieram até a Universidade prestar suas homenagens aos Veteranos Brasileiros que combateram na Campanha da Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

Os cerca de 25 mil soldados, foram nesta data, representados pelos Ex-Combatentes Aribides Rodrigues Pereira, José João Pereira, Neraltino Flores dos Santos e Eugênio Lombardo. Assim, desmistificando que as forças armadas pouca ou nenhuma relação tinham com as Universidades, desde o encerramento da semana da Pátria que aconteceu no Campus da UFSM, mais uma vez, a Reitoria e o Comando da 3ª. DE nos brinda com este justo tributo alusivo ao 70ª. aniversário do "Batismo de Fogo" da única força sul americana a combater em solo europeu as forças do eixo.

Dado o início da solenidade, os veteranos em uma surpreendente demonstração de respeito, quando da chegada do General Comandante da Divisão de Exército, mesmo com toda a dificuldade do peso dos anos, ficaram em pé e o saudaram em continência! E assim, permanecerem até que todos os toques militares terminassem. ufsm01-276

Foram recordadas as principais batalhas travadas pelos três Regimentos de Infantaria que compuseram (1ºRI, 6ºRI e 11ºRI), a 1ª. Divisão de Infantaria Expedicionária bem como a atuação do 1º. Grupo de Aviação de Caça, o Senta a Pua!, durante a Campanha da Itália (1944/45). Dentre estes acontecimentos bélicos, a tomada de Camaiore a 18 de setembro de 1944 foi relembrada, por se tratar do primeiro combate efetivo da FEB durante a Segunda Guerra Mundial.

A UFSM, na pessoa do seu Reitor, Prof. Dr. Paulo Burmann ofereceu a cada um dos veteranos a "Medalha de Visitante Ilustre". Após a entrega das comendas, o General MIOTTO, fez o uso da palavra.

Em sua fala, o Comandante da Divisão Encouraçada, relembrou a importância das Universidades na composição da FEB, visto que a maioria de seus Tenentes eram Oficiais da Reserva do Exército (R/ 2), e na sua grande maioria, universitários. Concluindo, o General MIOTTO agradecendo a UFSM pela iniciativa da homenagem aos veteranos. Vale aqui lembrar, que o 1º. Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira também tinha em seu quadro de pilotos estes mesmos Oficiais da Reserva como o santa mariense 2º. Ten Av. Fernando Pereyron Mocellin.

O Reitor da UFSM fazendo o uso da palavra disse que esta é uma homenagem extremamente importante para a Universidade, pois muito embora simples, representa o agradecimento e reconhecimento aos bravos homens (homens e mulheres enfermeiras), que em "determinado momento da história se dedicaram de corpo e alma a garantia da soberania nacional e, sobretudo a defesa da pátria que foi duramente ameaçada naquele período da história extremamente doloroso e triste para a toda a humanidade".

Por fim, o Reitor Paulo Burmann agradeceu a todos pela presença e encerrou a solenidade.

ufsm08-283 Cabe aqui observar que a Universidade Federal de Santa Maria tem sido uma das Instituições de Ensino Superior pioneira neste enlace com as forças armadas. Outros bons exemplos desta relação com o meio militar é a Mostra Integrada de Profissões que vem se consolidando no calendário acadêmico e acontece todos os anos no campus universitário onde os militares vem apresentar à sociedade e aos universitários de Santa Maria e região as especialidades da profissão Militar.

O Batismo de Fogo
Segundo os relatos do Capitão Ernani AYROSA da Silva em seu livro intitulado Memórias de um soldado (Bibliex, 1985), comandante da 2ª. Companhia do 1º. Batalhão do 6º. RI, com o intuito de suavizar as posições alemãs na região de Florença e aliviar os sucessivos retrocessos das tropas Norte Americanas sobre o rio Arno, foi designado o 1º. Batalhão (Major GROSS), do 6º.Regimento de Infantaria (SAMPAIO), realizar o ataque à cidade de Camaiore que ficava levemente a retaguarda das linhas inimigas.

O ponto de partida para ofensiva à Camaiore foi o Monte Nocchi, soberano a cidade. Por volta das 18 horas do dia 18 de setembro de 1944, a 2ª. Companhia do 1º. Batalhão chegou ao seu objetivo, sendo recebido calorosamente pela acurada artilharia alemã. Este "batismo de fogo" da tropa brasileira causou furor na retaguarda, com isso, o alto comando da FEB (Generais Mascarenhas de Moraes e Zenóbio da Costa e seu Estado-Maior) deslocou-se até Nocchi. Seguramente nossos Generais também receberam nesta ocasião o seu batismo.

O ataque a Camaiore aconteceu a partir de tiros diretos da Cavalaria sob as posições inimigas, que com isso cobriram o rápido avanço dos fuzileiros brasileiros feito com a utilização de jipes sobre a sinuosa estrada que os conduziu até a cidade. No entanto, após o veloz deslocamento sob a chuva de petardos inimigos, já no fundo do vale, a cerca de 2 quilômetros do objetivo, os jipes foram barrados por uma ponte destruída e um profundo rio. A tropa seguiu a pé e sob o comando do Capitão AYROSA, no cair da noite em completa escuridão, tomou as ruas de Camaiore sem nenhuma intercorrência. Pela manhã de 19, a população da cidade liberta acolheu a tropa brasileira em total euforia, porém, este furor todo foi interrompido pelas granadas da artilharia inimiga que causaram na FEB suas primeiras baixas. A partir de Camaiore, segui-se a brilhante atuação dos Soldados Brasileiros até o fim do conflito que ocorreu em 8 de maio de 1945.

imagem001Clique aqui para ver o álbum de fotos do evento

E-mail Grátis

Quer ter um endereço de e-mail personalizado nome@sentandoapua.com.br com 10 Gbytes de armazenamento e tecnologia Google?
Clique aqui e preencha o formulário

Patrono do Site

David Rosal Gabriel
David Rosal Gabriel
04 OUT 1926-08 SET 2005

Artigos + votados

Artigos Top 5

© Copyright 2017 Sentando a Pua - Todos os direitos reservados