Domingo, 28 de Maio de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 5.00 (13 Votes)

Foi por culpa do Adelino que esta história toda começou. Foi ele quem se alistou primeiro na recém-criada Força Aérea Brasileira e ficava desfilando com o seu uniforme lá pelos lados do Catete e induzindo o grupo de amigos a se juntar a ele na FAB. O único que acabou convencido foi o David, que apesar de ter apenas dezesseis anos foi aceito por estar completando a idade mínima permitida, 17 anos, antes de 31/12/1943.

Em 02/08/1943, o David incorporou-se à FAB e foi servir na Companhia de Guarda da Escola de Aeronáutica, no Campo dos Affonsos (RJ). Após o período de adestramento básico foi transferido para a 2ª Divisão do Estado-Maior, também na Escola de Aeronáutica. Lá, junto com o Sgt. Hothir ficou encarregado de relacionar o pessoal selecionado pelo comando da FAB para integrar o 1º Grupo de Aviação de Caça. Foi nesse momento em que a sorte estava selada. Num impulso, bem típico da idade, o David disse ao Sgt. Hothir que iria colocar o nome na lista de voluntários do Grupo de Caça. O Sgt. Hothir disse que não queria, mas o David num ato de molecagem colocou o nome do Sargento na lista também, fato que o Hothir só descobriu ao ouvir seu nome chamado no Boletim. Itália lá vamos nós!

O mais interessante é que esse jovem de apenas dezessete anos teve a preocupação de fazer um diário, e nele anotar toda a sua passagem pelo Grupo de Caça. Além disso, muniu-se de uma câmera, e com ela registrou vários momentos do cotidiano do Grupo por onde eles passaram. Para finalizar, guardou muitos documentos e recortes de jornais da época da guerra. Este acervo riquíssimo serviu de base para que, quase sessenta anos depois, fosse criado o site Sentando a Pua.

A idéia surgiu em 2000, logo após as comemorações do 55º aniversário do Dia da Aviação de Caça, sugeri ao meu pai, o Veterano David Gabriel, que estava na hora de juntar todo este acervo sobre o 1º Grupo de Caça e colocar na forma de uma Home Page. Ele, topou na hora, mas com certeza não tinha idéia do tamanho e vulto que o site ia tomar em pouco tempo.

Começamos pequenos, no dia 10 de agosto de 2000, num provedor gratuito e sem muitos recursos, mas conseguimos registrar a página como http://www.sentaapua.hpg.com.br. Devido a alguns problemas no antigo provedor, que deixou a página quase 15 dias fora do ar, e a necessidade de crescer, em agosto de 2003 mudamos a página para um provedor pago e registramos o domínio Sentandoapua.com.br. Este nome acabou sendo escolhido com base no livro Missão 60, já que nele, o autor (Ten. Mocellin) conjuga várias vezes a expressão Senta a Pua para representar a ação dos pilotos brasileiros na Itália. Como a idéia sempre foi a de criar um site que estivesse sempre se transformando a partir da contribuição de parentes, amigos e veteranos, nada mais justo que colocar o verbo "sentar a pua" no gerúndio.

O que nos tem motivado para enriquecer cada vez mais o site é a audiência que vem crescendo numa razão muito boa: a quantidade de visitantes que em 2001 fechou em pouco mais de 20.000, pulou ao final de 2006 para 115.000, além de atingirmos a expressiva marca de um milhão de páginas vistas (page views). Em 2007 fechamos com 95.000 visitantes, hoje o site tem uma média mensal maior do que 6.000 visitantes. Além disso, a participação dos parentes, amigos, veteranos e outros pesquisadores está sendo fantástica e tem trazido relevantes contribuições para crescer a quantidade de informação disponível para o público.

Obrigado a todos os que direta ou indiretamente tem contribuído para o sucesso deste site e aguardamos de braços abertos novos colaboradores. Ajude-nos a continuar Sentando a Pua e manter viva a história destes bravos jovens que atenderam ao chamado da Pátria e cruzaram o Atlântico para defender a causa da Democracia no mundo.

Abraços,

Luis Gustavo Gabriel
Administrador do Site