Domingo, 19 de Novembro de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 0.00 (0 Votes)

Imagem:Luis Gabriel

vitoria 2004 7 20150218 1516544889
Coroa de flores depositada no Monumento aos Mortos (RJ) em homenagem aos militares que morreram na 2ª Guerra Mundial

Rio de Janeiro, 08 de Maio de 2004.

Há 59 anos terminava a Segunda Guerra Mundial no Teatro de Operações Europeu. O Almirante Karl Dönitz assinava, em Berlim, a rendição incondicional do Terceiro Reich. O comunicado oficial, transmitido pela Radio Reich dizia o seguinte:

"Nós, abaixo-assinados, que negociamos em nome do Alto Comando alemão, declaramos a capitulação incondicional, diante do Alto Comando do Exército Vermelho e ao mesmo tempo diante do Alto Comando das forças expedicionárias aliadas, de todas as nossas Forças Armadas na terra, na água e no ar, assim como todas as demais que no momento estão sob ordens alemãs."

Para comemorar o Dia da Vitória, data em que o mundo se viu livre do Nazismo, houve no Monumento dos Pracinhas, Zona Sul do Rio de Janeiro, uma solenidade militar. Esta solenidade contou com a presença do Ministro da Defesa, José Viegas, dos Comandantes das Forças Armadas e de autoridades civis, além, é claro, dos Veteranos da FEB e de um grupamento de Veteranos Aliados de outros países (EUA, Bélgica, França e Polônia). As três forças armadas estavam ainda representadas por tropas regulares, que carregavam os estandartes das unidades que lutaram pelo Brasil durante a 2ª Guerra Mundial.

A cerimônia começou 10:00 em ponto e após um breve discurso de introdução houve o Toque de Silêncio, em homenagem a todos aqueles que pereceram em solo italiano. Após a execução do Hino Nacional, o Ministro José Viegas fez um breve discurso alusivo à data. O Presidente da Associação dos Veteranos, condecorou o Ministro com a Medalha da Vitória, e o Ministro e outras autoridades condecoraram outras 30 pessoas, entre civis e militares.

O Ministro José Viegas e os Presidentes da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil e dos Veteranos da FEB depositaram uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido, ao som dos Toques de Corneta e da salva de 21 tiros executada por uma unidade de artilharia do Exército. As tropas presentes das três forças armadas e os contingentes de Veteranos brasileiros e estrangeiros, desfilaram diante das autoridades e do público presente. Como sempre acontece, o contingente de Veteranos abre o desfile, e é sempre muito aplaudido por todos.

Para fechar com chave de ouro a solenidade, a Esquadrilha da Fumaça, encantou os presentes com suas evoluções arrojadas e suas manobras fantásticas. E como última homenagem ao Dia da Vitória e ao Dia das Mães, desenhou no céu um enorme coração.

 

imagem001 Outras imagens - Clique aqui para ver a fotogaleria deste artigo