Quinta, 23 de Novembro de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 5.00 (1 Vote)

Brigadeiros Rui e Meira ao lado do Patrono da Caça Nero Moura. Foto: Luis Gabriel03 OUT 2009 - Mais uma vez o Clube da Aeronáutica reuniu caçadores da velha e da jovem guarda que lá estiveram para participar do picadinho "Jesus Te Chama" junto com os Veteranos do 1º Grupo de Caça. Este almoço já faz parte do calendário da caça brasileira, e foi realizado pela primeira vez lá em 1945, no Automóvel Clube do Brasil, hoje, 64 anos depois, e atravessou o século para comemorar a data em que o Grupo de Caça desembarcou no porto de Livorno, 06 OUT 1944.


A parte formal do evento começou com o Veterano Rui Moreira Lima, acompanhado pelo Ten-Brig. Juniti Saito, sendo recebido pelos caçadores ao som de uma parte da Ópera do Danilo. Em seguida, o Brig. Potengy convidou o Brig. Baptista para descerrar a homenagem da ABRA-PC ao patrono da Aviação de Caça, Brig. Nero Moura: um poster em tamanho natural do Brig. Nero Moura sentando em sua tradicional cadeira. Os Veteranos do 1º Grupo de Caça e Veteranos das nações aliadas foram convidado a ladear o poster do Brig. Nero Moura, e posar para a tradicional foto do evento.

Dando prosseguimento ao evento, o Brig. Quírico fez o lançamento formal do quarto volume do livro "Estoria Informal da Aviação de Caça", e convidou o Veterano Meira para fazer a entrega do primeiro exemplar ao Comandante da Aeronáutica. O Brig. Lauro Ney Menezes, presidente da ABRA-PC, falou sobre a importância da preservação da história da caça no Brasil através destes relatos, e convidou a todos que participaram do livro a postarem sua dedicatória no livro do Comandante Saito.

Assim como no ano passado, o Brig. Saito falou sobre o projeto FX-2 e da sua importância para o reaparelhamento da FAB na próxima década. Em seu breve discurso, também chamou a atenção da importância do exemplo de liderança do Brig. Nero Moura, e de como isto foi fundamental para manter a união dos integrantes do 1º Grupo de Caça mesmo depois do final da guerra.

O Veterano Rui Moreira Lima também fez o seu tradicional discurso. Inicialmente agradeceu em nome de todos os Veteranos, o carinho da homenagem que lhes estava sendo prestada, e elogiou o Brig. Saito por seus esclarecimentos sobre o projeto FX-2. Este ano, o Veterano Rui Moreira Lima brindou a todos com uma cópia da abertura e do fechamento do primeiro livro de ata do Picadinho. Escrito por ocasião do 15º aniversário do desembarque, 06 OUT 1959, pelo Veterano Luiz Felipe Perdigão da Fonseca, e ilustrado pelo Veterano Atilio Bochetti, o material serviu de gancho para o Veterano contar um pouco a história deste encontro e seu desenrolar ao longo dos anos. Ao ler o texto do fechamento do livro de atas, também escrito pelo Veterano Luiz Felipe Perdigão da Fonseca por ocasião do 21º aniversário do livro (06 OUT 1980), o Veterano Rui ficou muito emocionado e teve que contar com o apoio do Brig. Azevedo, atual Secretário de Economia e Finanças da Aeronáutica, para terminar a leitura.

Encerrando o evento, o Veterano Meira, fez a chamada nominal de todos os integrantes que faleceram desde o último encontro, e convidou a todos para que lhes prestassem uma homenagem dando o tradicional Adelphi e cantando o "Carnaval em Veneza". O Veterano Rui retomou a palavra para reiterar a importância da manutenção da tradição deste almoço, que foi um desejo do Brig. Nero Moura antes de morrer, mas infelizmente alguns caçadores não tiveram consideração com o Veterano, e por meio de conversas paralelas acabaram por irritá-lo, fazendo com que ele terminasse sua fala bastante irritado.

O almoço foi servido em seguida, e a descontração tomou conta do ambiente, regado por muitas estórias e muita cantoria. Parabéns à ABRA-PC pela bela organização do evento. Até 2010, SENTA A PUA!!!! BRASIL!!!!

imagem001 Outras imagens - Clique aqui para ver a fotogaleria deste artigo