Domingo, 19 de Novembro de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 4.74 (27 Votes)

O Veterano Miranda Corrêa fala ao público sobre o convite que o então Major Nero Moura lhe fez para integrar o 1º Grupo de Caça como Oficial de Informações. Crédito: Luis GabrielRio de Janeiro, 16 SET 2013 - Num ano marcado por perdas, vai se apresentar ao eterno Comandante do 1º Grupo de Aviação de Caça, o seu homem de Informações. Morre aos 93 anos, no Rio de Janeiro, o Veterano Jose Carlos de Miranda Correa, último dos pilotos ainda vivos que lutou na Campanha da Itália (1944-1945).

Antes de se incorporar ao 1º Grupo de Aviação de Caça, o Veterano Miranda Correa patrulhou as costas do Brasil, ajudando a defender nosso litoral dos submarinos do Eixo. Durante uma destas patrulhas, ele e o então 2º tenente Alberto Martins Torres, faziam parte da tripulação do PBY5 Catalina que afundou o submarino nazista U-199.

O Veterano Miranda Correa estava há algum tempo afastado do convívio com seus companheiros do 1º Grupo de Aviação de Caça, pois vinha lutando bravamente contra uma grave enfermidade. Sua última aparição em público foi no Dia da Aviação de Caça em 2010, na Base Aérea de Santa Cruz, ocasião em que recebeu sua última condecoração, a Medalha Mérito Operacional Nero Moura.

Um dos momentos marcantes do documentário Senta a Pua foi seu depoimento sobre um ataque que desferiu contra um carro numa estrada. Veja na íntegra o depoimento:



A despedida do Veterano ocorreu no cemitério São João Baptista, no Rio de Janeiro, com a presença do comandante do III COMAR, do comandante da BASC e de militares das unidades de caça sediadas na BASC. Devido ao forte calor, o Coronel Capelão Campos optou por fazer uma breve cerimônia, antes do sepultamento. As passagens de um F-5 do 1º Grupo de Aviação de Caça e o Toque de Silêncio deram o tom militar à cerimônia. Enquanto o corpo era sepultado, todos cantaram o Carnaval em Veneza, hino da Aviação de Caça brasileira.

Com a morte do Veterano Miranda Correa, fecha-se um ciclo da Força Aérea Brasileira, já que todos os oficiais que participaram da Campanha da Itála não estão mais entre nós. Restam ainda pouco mais de 30 Veteranos, que permanecem carregando com orgulho a atuação destacada do 1º Grupo de Aviação de Caça na Segunda Guerra Mundial.

ADELPHI Miranda Correa!

imagem001Clique aqui para ver o álbum de fotos