Quinta, 23 de Novembro de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 2.38 (8 Votes)

Durante uma ronda noturna, dentro da Base Aérea de Albrook Field, em Aguadulce, eu e o Felipetto, outro sargento, fomos obrigados a pôr em prática os procedimentos de guerra aprendidos em treinamentos anteriores. O Felipetto não sabia uma palavra em inglês e, todos os procedimentos eram em inglês! Ao aparecer um jeep com o oficial de dia, iniciamos o procedimento!

Havíamos combinado que, ele para treinar, deveria ser o primeiro a pôr em prática o aprendido e além do mais ele era mais antigo do que eu.

Durante todo o tempo da ronda eu fazia com que ele falasse, na ordem, todo o procedimento a por em prática ao interceptar alguém "desconhecido".

Então, como disse, apareceu um jeep com o oficial de dia, procedendo a uma ronda! Eu falei, "Chegou a hora Felipetto! Inicie o procedimento". Com um vozeirão que lhe era peculiar, bem alto, gritou: "HALT!" (ALTO!) e nada mais! O Felipetto, assustado, pediu-me: "Joãozinho, continua você porque eu esqueci o resto!". Então continuei o procedimento:
"Who is there?" (Quem está aí?)
"Advance to be recognized". (Avance para ser reconhecido.)
"Drop your identification card". (Mostre sua identidade.)
"About, face" (Meia-volta, volver)
"What is your name?" (Qual o seu nome?)

Este era mais ou menos o procedimento completo, e o Felipetto não passou do "HALT!".

história contada pelo Sgt. João Rodriguez Filho