Quinta, 23 de Novembro de 2017
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 5.00 (2 Votes)

Imagem:Oswaldo Claro Jr.

rac 2006 3 20150218 1394082797
Foto oficial da RAC 2006

 

Rio de Janeiro, 24 de Abril de 2006

Durante a semana de 17 a 22 de abril, a Força Aérea Brasileira realizou a Reunião de Aviação de Caça (RAC 2006) na Base Aérea de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. Para lá convergiram todos os esquadrões de caça da FAB que, durante uma semana, debateram aspectos técnicos, operacionais e de doutrina.

 

Tempo ruim na chegada

A BASC abriga três esquadrões de caça, o 1º/1º GAvCa, esquadrão Jambock, o 2º/1º GAvCa, esquadrão Pif Paf, ambos operando Northrop F-5E e o esquadrão de ataque Adelphi, 1º/16º GAv, que utiliza o Embraer/Aermachi/Alenia A-1.

O primeiro esquadrão a chegar a base na tarde da segunda-feira (17/04) foi o 1º/14º GAv, esquadrão Pampa da Base Aérea de Canoas (RS), trazendo cinco Northrop F-5EM que vêm a ser os F-5E modernizados pela Embraer e Elbit. Canoas também enviou um F-5F biplace de treinamento. Na sequência chegaram os também gaúchos do esquadrão Centauro (3º/10º GAv, aeronaves A-1 e A-1B) e esquadrão Poker (1º/10º GAv, aeronaves RA-1).

 

Novidades na RAC 2006

Ainda na segunda-feira os esquadrões Escorpião de Boa Vista (RO) - 1º/3º GAv, Embraer A-29 - e Flecha de Campo Grande (MS) - 3º/3º GAv, Embraer AT-27 - conseguiram aterrisar em Santa Cruz porém, com a piora do tempo os últimos esquadrões só conseguiram chegar na manhã de terça-feira.

Este ano a RAC concentrou suas atividades nas palestras apresentadas por especialistas convidados e em reuniões setoriais entre os representantes dos esquadrões, ficando a parte operacional, como por exemplo a competição de reabastecimento aéreo conhecida entre os pilotos por "Torneio Mangueirão" para o Torneio de Aviação de Caça (TAC) que será realizado este ano em fins de julho na Academia da Força Aérea, em Pirassununga, SP.

Outra novidade na RAC 2006 foi a divisão em dois dias das comemorações pelo 22 de abril, Dia da Caça. Na quinta-feira, 20/04, houve parada militar com a presença dos veteranos do 1o GAvCa da Campanha da Itália e demonstração aérea com emprego de armamentos. No dia 22/04 realizou-se a Cerimônia do P-47 no Memorial Nero Moura e a encenação da Ópera do Danilo, quando os pilotos deixam de lado seus uniformes e voltam no tempo para contar a saga de Danilo Marques Moura, piloto do 1º GAvCa durante a Segunda Guerra que, após abatido atrás das linhas inimigas, conseguiu retornar ao território aliado. Além disso o último dia contou com a presença do Ten. Cel. Av. Marcos Pontes, o cosmonauta brasileiro, que relembrou seus tempos de caçador chegando num A-1B do esquadrão Centauro, unidade em que serviu, pilotado pelo comandante daquele esquadrão.

imagem001 Outras imagens - Clique aqui para ver a fotogaleria deste artigo